‘Emenda Lula’ impede prisão de candidatos a 8 meses da eleição

O relator da reforma política na Câmara dos Deputados, deputado Vicente Cândido (PT-SP), incluiu em seu parecer uma emenda que impede a prisão de candidatos até oito meses antes da eleição. A medida, inclusive, foi apelidada de “Emenda Lula“, onde altera o Artigo 236 do Código Eleitoral, proibindo a prisão até 15 dias antes do pleito.

O leitor do blog pode está se perguntando por que a emenda foi apelidada de “Emenda Lula”. O fato se deve é que se for aprovada, a regra passa a valer em 2018 beneficiando o ex-presidente Lula  condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva no caso do triplex do Guarujá, caso a decisão do TRF, em segunda instância, mantenha a condenação aplicada pelo juiz Sergio MOro.

Fica claro que a emenda foi pensada para “blindar” não somente Lula, mas outros políticos investigados. É uma blindagem da política.

A reforma política deve ser votada pela comissão em 3 de agosto. Para valer nas eleições de 2018, a proposta precisa passar  pelo plenário da Câmara e pelo Senado até setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *