Reconhecimento espontâneo e vínculo socioafetivo inviabilizam anulação de registro de paternidade.